Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

2 de julho – Dia do Hospital homenageia instituições e profissionais

2 de julho – Dia do Hospital homenageia instituições e profissionais

Data integra o calendário oficial do Ministério da Saúde e reforça a qualidade dos centros brasileiros

 Fundamentais para garantir o bem-estar e a qualidade de vida de todas as sociedades, os hospitais são grandes centros tanto para atendimento à população quanto de referência na área de saúde. Funcionando 24 horas por dia, 7 dias por semana, essas instituições mostram-se amplamente atentas às inovações tecnológicas que chegam para prover mais acesso e melhorias nos sistemas, beneficiando todos os envolvidos, dos corpos clínicos aos administradores e, principalmente, os pacientes.

 Criado para homenagear essas entidades indispensáveis, o Dia do Hospital, comemorado em 2 de julho, traz consigo o peso de homenagear também todos os profissionais envolvidos no funcionamento das instituições. Pessoas que se empenham dia a dia para tornar a estadia do paciente o menos traumática e o mais breve possível.

 Visando contribuir com a dinâmica hospitalar, aproximando a oferta da demanda, a edição 2017 da Hospitalar Feira+Fórum abriu ainda mais espaço para fornecedores de produtos e serviços dedicados a hospitais e centros médicos. Na Hospitalar Facilities, área criada em parceria com a L+M que contou com grande movimento durante os quatro dias de evento, foram apresentadas novidades capazes de impactar positivamente o dia a dia das instituições.

 “A área de facilities envolve 40% dos profissionais que se dedicam à saúde: portaria, recepção, higiene e limpeza, nutrição, processamento das roupas, manutenção, almoxarifado, gestão de tecnologias de informação e outsourcing, e muitos outros. Com esses trabalhadores diretamente em contato com pacientes e seus familiares e também com médicos e enfermeiros, o impacto de qualidade é drástico e muito perceptível”, comenta Lauro Miquelin, CEO da L+M.

 Em maio deste ano a Bosch, por exemplo, levou à Hospitalar Facilities uma ampla gama de soluções voltadas à segurança eletrônica: sistemas de videomonitoramento, intrusão, detecção de incêndio, controle de acesso e de comunicação, tudo com muita tecnologia agregada. Já a Medlux aproveitou a oportunidade e a ampla exposição garantida pela feira para demonstrar como o seu sistema de correio pneumático transforma o transporte dos materiais hospitalares, provendo agilidade e reduzindo a necessidade de deslocamento de pessoas, solução que otimiza o tempo e os custos ao centralizar fluxos e processos de entregas.

 Composta por soluções com muita inovação e tecnologia de ponta, a vitrine criada pela Hospitalar contribui de forma direta para que fornecedores e compradores ampliem o diálogo promovendo ainda mais assertividade no desenvolvimento de produtos e soluções para a área hospitalar, como destaca Miquelin. “Quando mais próximo os fornecedores estiverem dos hospitais, mais trocarão informações sobre as reais demandas. Ao promover esse encontro, abrimos um diálogo muito mais frutífero para que as empresas façam ofertas válidas à cadeia de saúde”.

 Referência e colaboração – O Brasil tem grandes hospitais de referência. Com equipes extremamente dedicadas e com grande expertise na área, entidades como o Hospital Sírio-Libanês estão habituadas a trazer novidades revolucionárias como, por exemplo, o anúncio recente da adoção pioneira de um novo equipamento que garante precisão em tempo real na radioterapia de tumores pequenos. Primeiro hospital da América Latina a incluir este processo em suas rotinas oncológicas, o Sírio-Libanês explica que essa novidade pode reduzir de 40 para até 5 a quantidade de sessões de radioterapia necessárias para tratamento de tumores como o de próstata.

 Ultrapassando barreiras e levando a expertise nacional a outros países de forma humanitária e colaborativa, o Brasil acaba de entregar o Hospital Zilda Arns, que oferece 40 leitos e atende mais de 200 pessoas por dia em Porto Príncipe, capital do Haiti que em 2010 foi devastada por um terremoto. Com serviços nas especialidades de ortopedia, ginecologia, obstetrícia, pediatria e clínica geral, este é o terceiro centro médico construído pelo Brasil na cidade. Uma ação que merece ser destacada e lembrada neste 2 de julho.

 Segurança do paciente – Tida como questão de saúde pública, a segurança do paciente é um dos assuntos que prevalecem no ambiente hospitalar. Segundo informações divulgadas pela OMS – Organização Mundial de Saúde, nos países desenvolvidos um em cada 10 pacientes é prejudicado ao receber cuidados hospitalares. Considerando, ainda, que 35% das instalações de saúde não possuem água e sabão para lavagem das mãos, algo que soa tão básico e primordial, chegamos à uma realidade que preocupa.

 De volta à Hospitalar Facilities, muitas das empresas expositoras atuam diretamente com produtos e soluções para promoção e garantia da segurança do paciente. É o caso da WOG que fornece torneiras, misturadores e produtos para segurança em sanitários. Ao contar com uma torneira de acionamento por cotovelo, por exemplo, a instituição contribui de forma significativa para a higiene evitando a proliferação de bactérias. Este tipo de torneira, bem como misturadores acionados por pedal ou com sensor infravermelho, foram demonstrados pela marca nesta edição da feira.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar