Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Cerca de 100 mil pessoas morrem de AVC no Brasil

Hipertensão, estresse, sedentarismo e maus hábitos de saúde estão entre os principais fatores para o surgimento da doença

Foto2Solitaire02Dispositivo de Revascularização Solitaire™ FR da MedtronicConhecido como AVC (Acidente Vascular Cerebral), o derrame acontece devido a um dano cerebral causado pela interrupção do fluxo sanguíneo. A principal causa é a hipertensão e de acordo com o Ministério da Saúde, todos os anos cerca de 100 mil pessoas morrem de AVC no Brasil.Apesar de ser a segunda maior causa de mortes e a principal causa de incapacidade no país, muitos brasileiros ainda subestimam os riscos e desconhecem os sintomas do AVC.Com o intuito de conscientizar as pessoas sobre como reduzir os impactos do derrame cerebral e aumentar o acesso dos pacientes às terapias, o dia 29 de outubro é lembrado anualmente como Dia Mundial do AVC.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, oAcidente Vascular Cerebralmata 6,2 milhões de pessoas no mundo a cada ano, e estima-se que a cada 60 segundos 6 pessoas morrem deAVC, que é a principal causa de morte em pessoas acima de 60 anos e a quinta principal causa em pessoas com idades entre 15 e 59 anos. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, em 2014, oproblemamatou 5.665 pessoas e 10.704 pessoas foram internadas apenas no município de São Paulo.

Há dois tipos de AVC, o isquêmico, que causa a obstrução de uma artéria, bloqueando o fluxo do sangue que deveria irrigar determinada região do cérebro, e o hemorrágico, que causa ruptura dos vasos sanguíneos intracranianos, causando derramamento de sangue entre o cérebro e o crânio. Dentre os principais sintomas estão cegueira fugaz ou alterações na visão, formigamento no rosto ou nos membros superiores, dificuldades para realizar movimentos simples ou paralisia, dor de cabeça intensa e repentina, desequilíbrio e problemas para se comunicar.

Para diminuir as chances de desenvolver o problema é importante sair do grupo de risco, que é composto por fumantes, obesos e sedentários. “Melhorar o estilo de vida, ter uma dieta equilibrada e fazer exercícios regularmente são algumas das atitudes que podem ajudar na prevenção da doença. Além disso, é fundamental fazer uma visita anual a um especialista”, orienta o coordenador do Núcleo de Neurologia do Hospital Samaritano, Dr. Renato Anghinah.

Tratamento

Algumas marcas expositoras da Feira Hospitalar fornecem equipamentos que auxiliam no tratamento do AVC, como a Medtronic, que oferece o Solitaire, um produto utilizado para trombectomia mecânica que combina a capacidade de restaurar o fluxo sanguíneo, administração de terapia medicamentosa e resgate de coágulos de sangue em pacientes que sofreram AVC isquêmico. Ele fornece a restauração rápida do fluxo sanguíneo em um procedimento simples, com implantação rápida para reperfusão breve e força radial ideal para todos os tipos de coágulos.

Foto1Dabasons Tomógrafo portátil CereTom®, fabricado pela Samsung e comercializado pela Dabasons, possui oito canais para cabeça e pescoço, que auxiliam no prontodiagnóstico do AVCJá o tomógrafo portátil CereTom®, fabricado pela Samsung e comercializado pela Dabasons, possui oito canais para cabeça e pescoço, que auxiliam no prontodiagnóstico do AVC. Dispõe de recursos de escaneamento de imagens de alta qualidade, com e sem contraste, angiografia (CTA) e perfusão (CTP). Além disso, os protocolos são pré-definidos, eliminando a necessidade de uma sala de controle e sua estrutura proporciona blindagem de Rx. O CereTom® pode ser usado no setor de emergência, leitos de UTI, salas cirúrgicas e até mesmo em ambulâncias para telediagnósticoe início imediato do tratamento em pacientes comAVCisquêmico, antes mesmo de ser removido.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar