Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Em entrevista, ABIMED destaca empenho para superar os desafios econômicos e a luta pela transparência e ética no setor

Carlos Goulart, presidente-executivo da ABIMED (Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde), ressalta na entrevista a seguir os projetos vindouros da instituição e o impacto das suas atividades no setor médico-hospitalar. Além disso, Goulart aponta os principais desafios no cenário atual do segmento, bem como reforça a contratação da advogada Claudia Scarpim para a Diretoria de Relações Institucionais, entre outras questões.
Confira!

Hospitalar: Quais são os principais desafios que a ABIMED enfrenta no setor atualmente?

Carlos Goulart: Um dos grandes desafios é a situação econômica do país. A retomada do crescimento econômico é necessária para aumentar o financiamento do setor público, e a retomada das contratações é importante para que o empregado volte a ter acesso à saúde suplementar.

Além disso, nos portos e aeroportos ainda há muita demora para a liberação de produtos importados por parte da vigilância sanitária, o que, além de privar o paciente de acesso rápido a esses itens, causa prejuízos financeiros às empresas.

Hospitalar: Quais são os projetos da instituição para o segundo semestre?

Carlos Goulart: A ABIMED tem um grande leque de projetos para o segundo semestre, entre os quais podemos citar:

  • Projeto conjunto com o Instituto Ethos para avaliação da maturidade em compliance das empresas associadas.
  • Intensificação dos contatos com stakeholders da cadeia de saúde para comunicar o fim do patrocínio direto das empresas associadas da ABIMED a eventos médicos de terceiros, a partir de janeiro de 2018.
  • Realização da terceira edição do Prêmio ABIMED de Inovação Transformacional.
  • Continuidade da campanha “Tecnologias que transformam vidas”.

Hospitalar: E, para o próximo ano, quais são as perspectivas da Associação?

Carlos Goulart: A ABIMED pretende aprofundar as ações que visam gerar e difundir conhecimento sobre a complexidade da cadeia de fornecimento no setor de dispositivos médicos.

Como parte dos esforços da ABIMED para fomentar condutas éticas, queremos no próximo ano contribuir para viabilizar a Lei da Transparência em Saúde (inspirada no Sunshine Act americano), proposta pioneira lançada pela própria ABIMED durante a Feira Hospitalar e debatida com representantes de toda a cadeia da saúde.

A ABIMED continuará também contribuindo proativamente com todas as atividades ligadas a monitoramento do mercado, regulação econômica e padronização de nomenclatura de produtos para saúde.

Hospitalar: Fale um pouco sobre o impacto das atividades da ABIMED no setor médico-hospitalar.

Carlos Goulart: O debate capitaneado pela ABIMED sobre a importância da transparência nas relações entre indústria e profissionais de saúde deu origem a um projeto de lei para criação da Lei da Transparência em Saúde, que está em fase de definição do relator na Câmara dos Deputados.

A ABIMED tem também participado ativamente dos principais eventos e discussões do setor, levando o ponto de vista da indústria a debates sobre transparência na cadeia de saúde, monitoramento do mercado, regulamentação econômica, entre outros.

Além disso, a ABIMED continua aprofundando sua campanha “Tecnologias que Transformam Vidas”, com o objetivo de divulgar o valor da tecnologia para pacientes e a fim de aumentar a eficiência e sustentabilidade do sistema de saúde.

Como associação, participamos ainda dos grupos de trabalho do Ministério da Saúde e da Anvisa, contribuindo com questões relativas ao Complexo Industrial da Saúde e da área regulatória. A ABIMED também é membro do Instituto Coalizão Saúde e do Conselho Consultivo do Instituto Ética Saúde.

Hospitalar: À frente da Diretoria de Relações Institucionais, fale um pouco sobre como a advogada Claudia Scarpim veio acrescentar esforços à equipe da ABIMED e sua estratégia de trabalho.

Carlos Goulart: A Claudia Scarpim traz uma bagagem riquíssima, fruto da experiência e do conhecimento proporcionados por uma diversificada e bem-sucedida carreira nos mais diversos elos da cadeia da saúde. Essa contribuição vem aliada à vontade férrea de trabalho e enorme capacidade visionária.

Sua participação tem sido de enorme valia não apenas para a ABIMED, mas para todo o setor.

Hospitalar: Fale sobre a importância da parceria entre a Hospitalar e a ABIMED.

Carlos Goulart: Ao longo desses últimos anos, a ABIMED tem estreitado sua relação com a Hospitalar. Essa somatória de esforços, visões e experiências agrega valor à participação das empresas associadas na Feira, que, por sua vez, fortalecem a própria Hospitalar, uma das maiores feiras do gênero do mundo.

Hospitalar: Como a participação da ABIMED na Hospitalar ajuda no desenvolvimento dos projetos da instituição?

Carlos Goulart: A Hospitalar congrega toda a cadeia médico-hospitalar, propiciando encontros e debates da mais alta relevância, além de seminários e congressos. Esses eventos são fonte de inspiração e propiciam uma rede importante de contatos que contribuem para os debates internos da ABIMED, bem como para seus projetos.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar