Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Exercícios físicos na infância: crescimento saudável e prevenção da obesidade na vida adulta

No Dia da Criança, entenda a importância de fazer com que os pequenos se mexam no dia a dia

textodacrianca1Você sabia que atividades físicas são fundamentais para o desenvolvimento infantil? Aproveitando o Dia da Criança, comemorado na quarta-feira (12), é importante lembrar que os exercícios físicos trazem benefícios em todas as fases da vida, incluindo a infância. Um estudo publicado pela revista médica Pediatrics revelou que a maioria dos adolescentes americanos não se exercita o suficiente e mantêm esses hábitos sedentários quando entram na fase adulta. Mais de 9 a cada 10 adolescentes americanos não fazem o mínimo de 60 minutos diários de atividade física de moderada a vigorosa recomendada pelo Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC).

Segundo especialistas, a ausência de atividade física leva à obesidade na infância e adolescência, o que por sua vez leva ao aumento da incidência da obesidade e da síndrome metabólica nos adultos. O excesso de peso mais que dobrou entre as crianças e quadruplicou entre adolescentes nos últimos 30 anos nos Estados Unidos, de acordo com o CDC. Mais de um terço das crianças e adolescentes americanos estão atualmente com sobrepeso ou obesidade, o que os coloca em risco para doenças cardiovasculares, diabetes, problemas nas articulações e nos ossos, apneia do sono e questões psicológicas como baixa autoestima.

textodacrianca2Incluir qualquer tipo de atividade física na vida das crianças é um grande passo, contudo a grande dúvida dos pais é qual exercício físico é adequado? “Inicialmente, as crianças precisam, nos seus primeiros anos de vida, de treinamentos que auxiliem em seu desenvolvimento, ou seja, atividades próximas de suas realidades e da vida cotidiana como andar, correr, pular e, principalmente, que sejam movimentos muito lúdicos e prazerosos”, ressaltou Pamela Cristina Lopes, psicomotricista e coordenadora do KidSland, primeira academia a oferecer um espaço exclusivo para crianças, em São Paulo.

Segundo Pamela, por volta dos seis anos de idade, a criança já pode ser inserida num contexto esportivo, porém sem a cobrança de resultados e desempenho. “É muito importante perguntar para o pequeno qual atividade gostaria de fazer e deixar que faça aquela que mais lhe agrada. Se houver possibilidade, experimentar exercícios diferentes é importante para que a criança desenvolva outros tipos de habilidades, capacidades e aprenda ainda mais”, pontuou.

Após essas etapas, quando a criança estiver com aproximadamente 12 anos de idade, já será capaz de escolher qual atividade deseja seguir e os pais já poderão pensar em incluí-la em um ambiente competitivo.

Contraindicações

Atividades físicas que exigem o levantamento de peso não são indicas para os pequenos, já que o corpo ainda não está desenvolvido para suportar grandes cargas. A psicomotricista aponta que o melhor exercício é aquele que irá gerar nas crianças um desenvolvimento físico, psíquico e motor.

“Nós sabemos que o tempo de concentração de uma criança dura de 10 a 20 minutos, portanto é importante a contínua relação entre o aluno e o professor. O contato, a troca de movimentos e a diversão para mantê-los ligados na aula”, disse Pamela, que ainda acrescentou: “Não há tempo máximo para que a atividade se encerre, apenas quando houver um nível de desmotivação e desinteresse pela prática. A atividade física na infância proporciona inúmeros benefícios, podendo ser praticada todos os dias”.

Veja alguns dos benefícios que os treinamentos proporcionam para o corpo e a mente de uma criança:

  1. Coração: a prática regular de atividade física na infância fortalece o músculo cardíaco fazendo com que ele seja mais eficiente. Além disso, ajuda a prevenir doenças cardiovasculares;
  2. Ossos:os exercícios auxiliam na fixação do cálcio e favorecem o desenvolvimento de células ósseas nesta fase de crescimento. Para as meninas, reduz o risco de osteoporose na menopausa;
  3. Músculos:o ganho de força é um dos principais benefícios da atividade física. São essenciais para que as articulações funcionem bem e a criança tenha uma boa postura; 
  4. Imunidade: a atividade física promove maior resistência a infecções. Em longo prazo, todo o organismo naturalmente torna-se mais saudável;
  5. Metabolismo:o controle do peso e a diminuição do risco de desenvolver diabetes tipo 2 são, de olho fechado, um dos grandes benefícios da atividade física;
  6. Mente: diminui a ansiedade, melhora a atenção na escola, o sono e controla a agressividade. Também combate a depressão infantil devido à produção de endorfina.
Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar