Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Federação dos Hospitais amplia Projeto Bússola para melhorar a qualidade de atendimento à população

Iniciativa oferece treinamento para clínicas médicas com o intuito de melhorar o desempenho das entidades, a organização e a segurança do paciente

projetobussolaEm quatro anos, o número de processos por erro médico cresceu 140% no Superior Tribunal de Justiça, última instância de julgamento das demandas judiciais. De 260 processos em 2010, o número subiu para 626 ações em 2014. Para diminuir a probabilidade de incidência dessa e de outras intercorrências nos estabelecimentos de saúde, a Fehoesp (Federação dos Hospitais do Estado de São Paulo) e seus sindicatos de hospitais filiados, em parceria com a ONA (Organização Nacional de Acreditação), ampliam o Projeto Bússola que oferece treinamento para clínicas médicas para melhorar a performance das entidades, a organização e a segurança do paciente.

Após o treinamento, coordenado por um instituto de acreditação credenciado, a empresa tem até um ano para solicitar a visita de avaliação da ONA, entidade não governamental e sem fins lucrativos, que certifica a qualidade dos serviços de saúde no Brasil. A metodologia utilizada é reconhecida pela ISQua (International Society for Quality in Health Care), associação parceira da OMS (Organização Mundial da Saúde) e que conta com representantes de instituições acadêmicas e organizações de saúde de mais de cem países.

Segundo o CNES (Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde), dos 280 mil estabelecimentos de saúde no país apenas 422 são acreditados pela ONA. “Índice pequeno considerando o montante de estabelecimentos de saúde”, diz Yussif Ali Mere Júnior, presidente da Fehoesp. Para ele, este cenário vai mudar porque antes era um diferencial de mercado e agora vem sendo exigido por prestadores de serviços de saúde e pelos consumidores.

O processo de gestão aplicado pelo Projeto Bússola reorganiza as atividades, reduz custos, diminui o retrabalho, motiva os colaboradores, proporciona maior envolvimento das lideranças e mais interação das equipes multidisciplinares, o que resulta na qualidade do atendimento. Para Ali Mere, com a reorganização da gestão as empresas têm a possibilidade de desenvolver uma política de segurança do paciente, estabelecendo estratégias, medindo desempenho e identificando oportunidades de melhoria. “A ideia da Federação em criar o Projeto Bússola foi oferecer oportunidade a clínicas de médio portes de participarem do processo de acreditação com custos 75% menores que os praticados no mercado”.

Competitividade

Com a certificação de qualidade, clínicas de pequeno e médio portes têm mais condições de competitividade no mercado e adquirem poder de negociação junto às operadoras de planos de saúde. Os benefícios para as entidades de saúde incluem melhoria do faturamento e preservação de médicos, de funcionários e da própria entidade, por meio da prevenção do erro médico.

Projeto Bússola

O Projeto Bússola atende pequenas e médias clínicas, de 5 a 40 funcionários, com as seguintes características: clínica de especialidades, clínica de imagem e clínica médica. Este ano, o projeto foi ampliado para empresas de home care. Além de entidades da Grande São Paulo como Santo André, estão inscritas no Projeto clínicas das cidades de São José dos Campos, Itapetininga, Campinas, Arujá, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Mogi das Cruzes e Taubaté.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar