Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Novembro azul – Envelhecimento da população impacta casos de diabete no Brasil

2.diabetes O envelhecimento da população mundial, tema sempre muito abordado durante os fóruns da Hospitalar, é uma das causas do aumento da incidência do diabetes. Com os casos da doença avançando no mundo todo, o Novembro Azul, mês em que são desenvolvidas diversas campanhas de conscientização, ganha ainda mais importância para alertar sobre prevenção, diagnóstico e tratamento.

Segundo projeção da ONU – Organização das Nações Unidas, em 2050, pela primeira vez haverá mais idosos do que crianças menores do que 15 anos no mundo. Se esta realidade reflete uma melhora significativa na condição de vida da humanidade, por outro lado acarreta em questões que precisam ser muito debatidas e analisadas para que todo o sistema de saúde acompanhe essa demanda crescente. E falar de diabetes é sempre indispensável.

Na saúde do idoso, especificamente, notamos como consequência da redução da massa muscular, o aumento da resistência à insulina que aliada à redução da função do pâncreas promove um cenário ideal para o surgimento da diabetes. Considerando que a população idosa é bastante particularizada, ou seja, cada indivíduo reage e se comporta de uma maneira, prover soluções tecnológicas para garantir o atendimento a esses pacientes é fundamental para quem busca ampliar a taxa de sobrevida.

De acordo com o atlas da International Diabetes Federation, temos cerca de 14 milhões de diabéticos no Brasil, o que representa 8% da nossa população. Somos o 4º país do mundo em números absolutos de portadores da doença. Para amenizar o problema, a indústria vem trabalhando em novos medicamentos para controle, como, por exemplo, análogos da insulina que imitam a secreção basal com duração maior do efeito, mais estabilidade e previsibilidade, além de novos análogos de ação ultrarrápida para melhor imitar a secreção fisiológica na hora da refeição.

“Hoje em dia existem muitos instrumentos para que o diabético tenha uma boa convivência com a doença. Medicações que contemplam melhora de riscos cardiovasculares, além do controle da doença e, principalmente, ações para mudança no estilo de vida. O objetivo dessas intervenções é prevenir ou retardar ao máximo o aparecimento das chamadas lesões de órgão-alvo relacionadas ao diabetes”, comenta a Dra. Lívia Porto, endocrinologista do Centro de Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

A inovação para o paciente diabético também está presente nos equipamentos: “a maior novidade deste ano no Brasil pode ser considerada a chegada ao mercado do aparelho que mede a glicemia através de um sensor conectado a um chip, que se encontra num adesivo aplicado ao braço e que permite saber os níveis de açúcar no sangue evitando a famosa ‘furada’ no dedo, que tanto incomoda os diabéticos”, comenta o Dr. Marino Cattalini, médico da SBEM-SP – Regional São Paulo da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.

A edição 2016 da Hospitalar também mostrou, ao mercado, diversos produtos inovadores para o tratamento da diabetes, como o caso da Sol Millennium que desenvolveu seringas para aplicação de insulina com dispositivo de segurança retrátil ajudando na prevenção de acidentes e na reutilização. Ainda pensando no paciente idoso, é constante a busca pela facilidade de manuseio dos produtos, assim como a preocupação em manter a segurança do mesmo em primeiro lugar.

O Dia Mundial do Diabetes é comemorado dia 14 de novembro e durante todo o mês serão realizadas campanhas e ações específicas para promoção do conhecimento sobre a diabetes.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar