Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

UBM Brazil apoia doação de sangue em ação voluntária

Como parte de suas iniciativas de ações solidárias, a UBM Brazil, grupo de eventos e de negócios responsável pela feira Hospitalar,

realizou no dia 19 de janeiro um encontro para apoiar à doação de sangue para o banco da Fundação Pró-Sangue, instituição pública ligada à Secretaria de Estado da Saúde e ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).


Como parte de suas iniciativas de ações solidárias, a UBM Brazil, grupo de eventos e de negócios responsável pela feira Hospitalar, realizou no dia 19 de janeiro um encontro para apoiar à doação de sangue para o banco da Fundação Pró-Sangue, instituição pública ligada à Secretaria de Estado da Saúde e ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

Incentivar a doação de sangue sempre é bom, ainda mais no período de férias escolares de verão, tempo em que muitas pessoas viajam e os estoques tendem a baixar. Essa foi uma das motivações para a ação, segundo Luciana Perdomo, coordenadora de marketing da UBM Brazil. “Organizamos tudo em dezembro do ano passado, inspirados pelo Dia do Doador Voluntário de Sangue, que aconteceu no dia 25 de novembro. Janeiro, como é um tempo de maior baixa dos bancos, nos pareceu um momento adequado para apoiar.”

Além disso, a atividade é uma forma de unir a equipe e realizar um bem maior. “Temos como objetivo colocar em prática ideias que, ao mesmo tempo, incentivem os colaboradores, tenham uma repercussão interna e sejam também benéficas para a sociedade”, conclui Viviane Santos, gerente de marketing da UBM Brazil.

Neste ano, a deficiência dos bancos ainda conta com a agravante do surto de febre amarela vivido no Brasil e que afeta, em especial, a região Sudeste. O hematologista e hemoterapeuta do Hospital das Clínicas, André Luiz Albiero, alerta que os bancos de sangue são perecíveis e se esgotam rapidamente. Além da sazonalidade, a epidemia tem sido um fator de preocupação. “Há uma maior necessidade de utilização do banco porque as vítimas da febre amarela precisam de dois hemocomponentes para seu tratamento. Por outro lado, quem acabou de tomar a vacina não pode doar sangue por 28 dias”, explica. Para evitar o desequilíbrio, a recomendação da Fundação Pró-Sangue é que as pessoas doem sangue antes de se vacinar.

Modesto Júnior, gerente de operações da UBM Brazil, já doou sangue outras vezes e aproveitou a campanha para fazer sua parte. “É importante para integrar a equipe. Você pode ajudar alguém que precisa de verdade, mesmo sem você conhecer”, diz o doador.

No Brasil, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), são coletadas 3,6 milhões de bolsas de sangue por ano, o que corresponde a apenas 1,8% da população.

Os candidatos a doação de sangue pode ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos e com mais de 50 quilos. Para conhecer os postos de doação da Fundação Pró-Sangue e checar as condições para ser um doador, confira o site: http://prosangue.sp.gov.br/artigos/requisitos_basicos_para_doacao.html

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar