Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Identificador tumoral e mão robótica são destaques da Inatel

O Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel) lançou este ano dois projetos desenvolvidos por alunos da instituição e pelos pesquisadores do Centro de Desenvolvimento e Transferência de Tecnologia Assistiva – CDTTA.

O Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel) lançou este ano dois projetos desenvolvidos por alunos da instituição e pelos pesquisadores do Centro de Desenvolvimento e Transferência de Tecnologia Assistiva – CDTTA. O primeiro deles é um marcador tumoral, que pode encontrar, por meio da análise sanguínea, sinais de quatro tipos de câncer. O outro é uma mão robótica de baixo custo feita em impressora 3D.

O Tumor Markers é um equipamento que faz a análise sanguínea bioquímica dos principais marcadores tumorais para identificação do câncer. Tecnicamente, o aparelho quantifica o nível de antígenos presentes no sangue capazes de identificar os marcadores CA125, PSA e CA15-3, os quais reconhecem alterações como câncer de ovário e endometriose (CA125), câncer de próstata (PSA – específico para essa patologia) e câncer de mama (CA15-3).

Além do equipamento, os responsáveis pelo projeto também desenvolverão um software para o armazenamento e acompanhamento de todas as informações e a evolução do quadro clínico do paciente. Sob orientação dos professores Adriano Sallum e Filipe Loyola do Inatel, além da parceria com o médico e doutor em endometriose Antônio Marcos, de Pouso Alegre (Minas Gerais), o software vai ser realizado pelos alunos do curso de Engenharia Biomédica do Inatel, Walef Robert Carvalho Silva e Maria Teresa Carvalho Silva.

O equipamento pode colaborar consideravelmente na identificação precoce de tipos de câncer que estão entre os mais incidentes no país. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), são esperados 600 mil novos casos da doença entre 2018 e 2019. Sendo próstata (31,7%), mama (29,5%) e colo do útero (8,1%) desse total.

Robótica – visando uma solução de baixo custo, o Inatel também lançou a SENSEPRO - Mão Robótica. O equipamento é feito de plástico acrilonitrila butadieno estireno, o ABS, em impressora 3D. A movimentação é feita por um controle de botões posicionado em um bracelete.

O plástico ABS é um termoplástico leve e resistente, usado nos mais diversos itens, desde equipamentos eletrônicos, brinquedos a, até mesmo, utensílios domésticos. O projeto é do Centro de Desenvolvimento e Transferência de Tecnologia Assistiva (CDTTA) do Inatel e conta com a parceria da Universidade Federal de Catalão (Goiás) e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

A proposta é resultado de um estudo para o desenvolvimento de mãos robóticas com baixo custo, feitas por manufatura aditiva em impressora 3D, para serem utilizadas como próteses de mão. O controle dos movimentos é microcontrolado, combinando a ação de motores e sensores de pressão. As mãos robóticas passam por testes de resistência mecânica e diferentes tipos de sensores. Esse protótipo testado suporta 20kg e conta com cinco atuadores para realizar movimentos independentes dos dedos. Há também um sensor de pressão que possibilita o manuseio de objetos sem danificá-los.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar