Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Beneficência Portuguesa integra Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde.

2.BP Foto 01Da esquerda para a direita: Arnaldo Bartalo Junior (Superintendente Executivo Hospitais Governo da BP), Josué Dimas de Melo Pimenta (Diretor 1º Vice-Presidente da Diretoria Administrativa da BP), Ricardo Barros (Ministro da Saúde), Rubens Ermírio de Moraes (Diretor-Presidente da Diretora Administrativa da BP), Denise Santos (CEO da BP) e Sergio Luiz da Costa (Assessor de Gabinete da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde)O ministro da Saúde, Ricardo Barros, visitou as instalações do Hospital da Beneficência Portuguesa, em São Paulo (SP), na última terça-feira (10), para anunciar o ingresso da instituição ao grupo de centros de excelência em saúde pelos serviços oferecidos. A medida torna o hospital habilitado tecnicamente a integrar o Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI–SUS), que contribui para o desenvolvimento do SUS, por meio de uma parceria em projetos, entre o Ministério da Saúde e as entidades com reconhecida excelência.

“A instituição agora é integrante de um seleto grupo de hospitais que detém tal reconhecimento pelo Ministério da Saúde. O objetivo é que essas entidades de saúde de referência assistencial participem do desenvolvimento do SUS. Portanto, um trabalho muito importante para a saúde pública do país”, disse o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Para participar do programa, a entidade cumpriu os requisitos do Ministério da Saúde e agora passa a fazer parte das ações estratégicas, apresentando projetos de apoio ao SUS em troca de isenção de contribuições sociais. Além do Beneficência Portuguesa, outros seis hospitais possuem tal reconhecimento: Hospital Alemão Oswaldo Cruz (SP), Hospital do Coração (SP), Hospital Israelita Albert Einstein (SP), Hospital Moinhos de Vento (RS) e Hospital Sírio Libanês (SP) e Hospital Samaritano (SP).

O Hospital da Beneficência Portuguesa é um complexo filantrópico de saúde, referência em oncologia, neurologia, cardiologia e ortopedia. Fazem parte do complexo, os hospitais São Joaquim e Santo Antônio que atendem pelo SUS, e o São José, que não atende no âmbito do SUS. Com capacidade de atendimento para 1,5 milhão de pessoas/ano, em 2015, o hospital registrou cerca de 644 mil procedimentos pelo SUS, com um valor total em torno de R$ 115,2 milhões. Até outubro de 2016, foram 675 mil procedimentos, em um valor aproximado de R$ 106,4 milhões.

2.BP foto 02Ricardo Barros, ministro da Saúde, ao lado de Rubens Ermírio de Moraes, Diretor-Presidente da Diretoria Administrativa da BP, durante assinatura de documento que ratificou a BP como hospital de excelência.“A filantropia está no DNA da nossa instituição e, por isso, sempre fomos parceiros estratégicos do governo para oferecer atendimento assistencial para pacientes do Sistema Único de Saúde. Ser reconhecido como hospital de excelência ratifica nossa vocação para a filantropia e nos qualifica para continuar prestando serviços de qualidade de maneira ainda mais estratégica por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde”, pontuou Denise Soares dos Santos, CEO da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

 “A expectativa é que passemos a integrar as ações do Proadi-SUS a partir do triênio 2018-2020, seguindo as diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Saúde, especialmente no que se refere as linhas assistencial, de ensino e pesquisa. Com isso, reafirmamos nosso propósito maior que é a prática da filantropia”, completou.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar