Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Dia da Acessibilidade – Ótima oportunidade para Brasil debater políticas para promoção das tecnologias assistivas

Comemorado no dia 5 de dezembro, o Dia da Acessibilidade tem papel fundamental na sociedade que busca trazer mais qualidade de vida e inclusão a cerca de 45 milhões de brasileiros com deficiência

8.Acessibilidade Dentre os mais de 206 milhões de brasileiros, temos uma parcela significativa de pessoas com deficiência que enfrentam barreiras complicadíssimas no dia a dia em busca de qualidade de vida e inclusão. Segundo dados do Censo de 2010, existem cerca de 45 milhões de pessoas portadoras de necessidades especiais no país, o que representa mais de 20% da população.

Todos os anos, entre os dias 4 e 10 de dezembro, é comemorada a Semana Nacional de Acessibilidade e Valorização da Pessoa com Deficiência, tendo o dia 5 como o Dia da Acessibilidade. Discutir e promover este debate é fundamental para colocar em prática o que diz o Decreto Legislativo nº 186, na Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. O texto, que diz que toda pessoa faz jus a todos os direitos e liberdades, sem distinção, reafirma a universalidade, a indivisibilidade, a interdependência e a inter-relação de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais, bem como a importância de garantir que todas as pessoas com deficiência os exerçam plenamente, sem qualquer discriminação.

Trabalhando em prol desta parcela da população, a indústria brasileira vem se destacando na criação de produtos e serviços no setor de tecnologias assistivas. Hoje, o Brasil ocupa o terceiro lugar no ranking mundial, atrás apenas da Alemanha, que o lidera, e dos EUA. A produção brasileira tem participação de 18% no mercado global de tecnologia assistiva, um dado motivador para quem está atuando neste mercado que tende a crescer nos próximos anos.

No primeiro semestre de 2016, a Hospitalar reincorporou a Reabilitação Feira + Fórum, evento dedicado ao setor de produtos, equipamentos, serviços e tecnologias para reabilitação, prevenção e inclusão que promove o debate sobre inovação, pesquisa e políticas públicas voltadas à qualidade de vida de pessoas com deficiência, mobilidade reduzida e idosos. E, durante a exposição, foi possível notar a criatividade da indústria na transformação e criação de um grande arsenal de recursos e serviços dedicados a este público.

Tendo como tecnologia assistiva todo e qualquer item, equipamento ou serviço criado para aumentar, manter ou melhorar as capacidades funcionais e auxiliar as pessoas com deficiência, a produção nacional vem se desenvolvendo. A Ibramed, fabricante de aparelhos para reabilitação, é uma das expositoras da Hospitalar e conta com uma política interna na qual uma grande parte da porcentagem do faturamento da empresa é reinvestida para desenvolvimento de novos produtos. Hoje, o carro-chefe da Ibramed é o Sonopulse III, equipamento compacto de ultrassom de 1 e 3 MHz que realiza uma das terapias mais conhecidas na área da fisioterapia, sendo responsável pelo trabalho analgésico, anti-inflamatório e de regeneração de tecidos.

Atitudes como a da Ibramed impulsionam a produção que conta, também, com alguns programas nacionais e municipais de incentivo à indústria. Como exemplo, podemos destacar o Programa VAITEC, da Adesampa (Agência São Paulo de Desenvolvimento), que oferece subsídio a projetos que visam solucionar problemas e desafios do dia a dia da cidade. Na seleção, propostas com enfoque em acessibilidade e inclusão ganham pontos extras.

Ainda pensando em políticas públicas voltadas à tecnologias assistivas, destaque para o CNRTA – Centro Nacional de Referência em Tecnologia Assistiva que, criado em 2012 pelo CTI/MCTI – Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer / Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, contribui para o planejamento, elaboração e implementação da Política Nacional de Tecnologias Assistivas, promovendo serviços de informação, divulgação, assessoria, formação e apoio sobre produtos e serviços, além de incentivar a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação.

Robô para crianças autistas – Os alunos da Fatec Carapicuíba Lucas Olímpio de Brito, do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, e Wendell Pereira Barreto da Silva, do curso de Jogos Digitais desenvolveram um robô que anda, fala e propõe desafios. Nomeado de Aria (Assistente Robótico de Inclusão ao Autista), o robô foi criado com o intuito de estimular a comunicação e a concentração de crianças com autismo.

Formado principalmente por filamentos plásticos e modelado em impressora 3D, o robô se movimenta e oferece seis jogos digitais educativos para que a criança possa interagir por meio de sensores e por uma tela de smartphone. Uma ótima iniciativa partindo da academia e que deve seguir para o mercado em breve.

Visibilidade da indústria nacional no mercado externo – Com o objetivo grandioso de contribuir com a ampliação das habilidades funcionais de pessoas com deficiência promovendo, inclusive, sua independência, a indústria nacional demonstra grande competência para o desenvolvimento dessas tecnologias. Trazendo ainda mais visibilidade a nossa produção de tecnologias assistivas, a ABIMO (Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos) em parceria com Apex-Brasil, oferece um projeto de organização e regulamentação do setor para preparação ao mercado internacional.

“A ABIMO visa fazer um trabalho de aproximação para troca de experiências, mantendo sempre a Apex-Brasil envolvida no processo”, comenta Clara Porto, gerente de marketing e exportação da entidade que afirma que pelo menos 30 grupos brasileiros têm potencial de exportação, sem considerar empresas menores que ainda esbarram em dificuldades como falta de budget para obtenção de certificações.

Como parte deste projeto, empresas associadas à ABIMO já estão participando de grandes eventos internacionais como, por exemplo, a Abilities Expo New York Metro, nos EUA, e a Rehacare, na Alemanha.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar