Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Fanem investe em nova fábrica de equipamentos médicos no México

A segunda unidade industrial da multinacional brasileira fora do país entrará em operação ainda em 2016 para atender tanto o mercado mexicano como América Central, Caribe e Ásia.

FanemDando mais um passo importante em sua estratégia de internacionalização, a Fanem, multinacional brasileira que fabrica produtos inovadores nas áreas de neonatologia e de laboratórios, está investindo cerca de US$ 800 mil em uma nova fábrica no México. Inicialmente, o objetivo da companhia é atingir o expressivo mercado local que, devido à elevada taxa de natalidade, consome cerca de US$ 40 milhões por ano em equipamentos neonatais. Posteriormente, a ideia é atender também a América Central, Caribe e Ásia, quer seja pelas facilidades logísticas ou em função de tratados de livre comércio. A indústria médica do México exporta US$ 7.7 bilhões por ano, sendo que 76% deste total correspondem a equipamentos médicos, cirúrgicos, odontológicos e veterinários.

De acordo com José Flosi, responsável pela operação no México, atualmente, 75% das compras de equipamentos neonatais são realizadas pelo governo mexicano. Instalar-se fisicamente será fundamental para ampliar os negócios da Fanem no País, especialmente diante das normativas que determinam que apenas empresas locais ou provenientes de regiões com tratado de livre comércio participem dos processos licitatórios. Desta forma, a Fanem ganha também condições de atender a esse significativo mercado.

“Temos know-how e produtos de elevado valor agregado e grau tecnológico, o que nos coloca em condições favoráveis para competir com grandes players. Acreditamos que os custos de fabricação, incluindo mão de obra, nos permitirão praticar preços competitivos. Todos estes fatores, somados ao fato de ingressarmos em uma fatia importante de mercado que até este momento não explorávamos, me autoriza a prever um aumento significativo na receita atual de exportações da Fanem, já no próximo ano”, enfatiza Flosi.

Localizada no Parque Tecnológico de Guadalajara, a nova fábrica da Fanem começará operando com 10% de sua capacidade total. E nos próximos quatro anos, prevê-se que a produção seja equivalente a 25% do volume da unidade brasileira. A operação terá início em meados do segundo semestre, inicialmente com 10 produtos da linha neonatal. As vendas realizadas até este momento via Brasil, serão efetuadas a partir de agora pela unidade mexicana. Concomitantemente ao início do processo fabril serão tramitados os processos regulatórios e de certificações dos equipamentos na Comissão Federal para a Proteção contra Riscos de Saúde (Cofepris), pré-requisito para as vendas realizadas nas instituições administradas pelo governo e para determinadas exportações, como por exemplo, os Estados Unidos da América.

Está é a terceira fábrica da Fanem e a segunda fora do país. Com sede em São Paulo, a empresa conta com uma unidade industrial no Brasil, em Guarulhos (SP), e outra em Bangalore, na Índia. Possui também um escritório na Jordânia, em Amã, e uma rede organizada de representantes em todos os países em que está presente. Aliando pioneirismo e tradição, a Fanem atua neste segmento desde 1924, sendo uma das mais importantes indústrias nacionais de equipamentos médicos, líder de mercado em produtos neonatais e com know-how em equipamentos para laboratórios desde a sua fundação. Várias vezes premiada por sua atuação como exportadora, comercializa seus equipamentos para mais de 100 países.  Cerca de 7% de seu faturamento são investidos anualmente em pesquisa e desenvolvimento (P&D).

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar