Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Qualidade assistencial e segurança do paciente são debatidas no segundo encontro da Digital Journey by Hospitalar

qualidade-assistencial.png

No dia 18 de agosto, a comunidade de Qualidade Assistencial e Segurança do Paciente reuniu-se na Digital Journey by Hospitalar para discutir questões importantes do setor, contextualizadas por experiências em diferentes países e regiões.

Entre os assuntos abordados estão: O papel da acreditação durante a pandemia de Covid-19 na América Latina, no Brasil e no México, Soluções de última geração para resistência microbiana e Desafios da gestão de mudanças na saúde. Ao final, aconteceu um animado bate-papo sobre os desafios da gestão de mudanças no cenário atual.

A Digital Journey by Hospitalar acontece de 16 a 30 de agosto. São diversas palestras e debates com especialistas e os maiores players da Saúde. É também uma ótima oportunidade de networking para futuros negócios. Confira aqui a programação completa. As inscrições são gratuitas.

Veja alguns destaques do que foi falado no dia 18 de agosto, na Digital Journey by Hospitalar.

Entrevista: O papel da acreditação durante a pandemia de covid-19 na América Latina

A programação dedicada à comunidade Qualidade Assistencial e Segurança do Paciente foi aberta por Fábio Leite Gastal, Presidente do Conselho de Administração da ONA (Organização Nacional de Acreditação) e Coordenador Científico da Digital Journey by Hospitalar.

Gastal recebeu, para uma entrevista, Ezequiel Garcia Elorrio, Presidente eleito da ISQua (International Society for Quality in Health Care), e um dos fundadores do conselho consultivo do Instituto de Políticas de Eficácia Clínica e Saúde na Argentina.

O profissional argentino transmitiu sua visão de como a Acreditação e os Programas de Segurança do Paciente contribuíram para o enfrentamento da covid-19 nos principais países latino-americanos e, em especial na Argentina, seu país natal. “O desempenho dos hospitais acreditados foi seguramente melhor do que os demais na pandemia”, enfatizou.  “Evidências de todas as partes do mundo indicam que instituições de saúde com programas organizacionais robustos conseguiram responder melhor ao tranco imposto pela covid-19.”

Elorrio também mencionou o aprimoramento dos sistemas de avaliação, que agregaram o conceito de melhoria contínua. “No passado, deixávamos planos de ação que seriam posteriormente avaliados. Hoje, os planos geram ações mais aceleradas e são acompanhados permanentemente.”

A entrevista completa pode ser acessada na Hospitalar Hub, onde todo o conteúdo fica disponível um dia após o evento.

Industry Talks: Soluções de última geração para resistência microbiana

A israelense Qlearon apresentou sua tecnologia antimicrobiana baseada em nanotecnologia.

Salo Watemberg, Chief Business Officer da empresa, explicou que a tecnologia pode ser adaptada e incorporada a diversos itens, como EPIs, tecidos, cremes e dispositivos médicos. Ela consiste em pequenas partículas, uma espécie de pó, aplicado nos produtos.

“O Brasil representa um dos maiores mercados do mundo”, disse Watemberg. “O nosso objetivo é achar os parceiros corretos para comercializar a nossa tecnologia antimicrobiana.”

Confira a íntegra da conversa com o representante da Qlearon acessando a Hospitalar Hub.

Painel de Debate: O papel da acreditação durante a pandemia de covid-19 no Brasil

Sob a moderação de Gilvane Lolato, Gerente Operacional da ONA, Membro da Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente (SOBRASP) e Fellowship ISQua – International Society for Quality and Health Care, a discussão reuniu um time feminino de peso.

Participaram Elenara Ribas, Consultora, Médica Intensivista, Especialista em Segurança do Paciente; Tânia Grillo Pedrosa, PhD UFMG, Consultora, Diretora do IAG e do Programa DRG Brasil e Mônica Monteiro de Castro, PhD ENSP/FIOCRUZ, Especialista em Redes Assistenciais e Consultora na Unimed do Brasil.

Gilvane ressaltou que na crise sanitária global todos tiveram que se reinventar para dar continuidade aos trabalhos em saúde.  A ONA, inclusive, fez 1.500 avaliações remotas em 2020. “Ouvimos relatos que instituições acreditadas tiveram mais consistência, estavam mais preparadas para enfrentar a pandemia, pois já contavam com uma metodologia sólida.”

De fato, a resposta à pandemia ficou um pouco mais fácil para instituições que já tinham como base um processo de organização estruturado, na opinião de Elenara. “É isso o que faz a acreditação: orienta e alinha processos; inclusive, estimula as instituições a realizar simulações de crise.” Para a especialista em segurança do paciente, os gestores tiveram papel fundamental no processo de assistência à saúde durante a pandemia. 

Tânia enfatizou o conceito de saúde baseada em valor, em pauta no mundo todo. “Valor é um equilíbrio entre a entrega excepcional de resultado clínico e de qualidade de vida ao paciente, usando de forma racional os recursos.”

O contexto pós-pandemia foi lembrado por Mônica. “Não será como antes. Acho que teremos um sistema de saúde mais preocupado com o paciente, mais eficiente”, afirmou. “A pandemia promoveu um aspecto muito importante: a colaboração de forma remota; isso deve ser permanente para construirmos, juntos, um sistema de gestão da qualidade dentro das organizações.”

Para saber tudo o que foi debatido no painel, acesse o Hospitalar Hub e veja na íntegra o debate completo.

Sala Comunidade: Os desafios da gestão de mudanças no cenário atual

O segundo dia da Digital Journey encerrou-se com um bate-papo entre speakers e a audiência, que pôde abrir a câmera e participar do debate. O tema foi Os desafios da gestão de mudanças no cenário atual.

Andréa Prestes, General Manager Portugal da American Accreditation Commission International (AACI) e  Diretora Executiva in-Home Saúde em Casa, apontou a importância de olhar de forma individualizada para cada membro das equipes. “A capacidade de mudança começa pela liderança. Depois temos as questões técnicas que vão permitir que as mudanças sejam positivas. O gerenciamento da mudança fomenta comportamentos favoráveis e engajamento do grupo.”

Na visão de Caroline Souto, doutoranda em Gestão de Negócios e CXO – Head de Empatia na plataforma digital SAFETY4ME, todos precisamos nos preparar para lidar com imprevistos. “Se o ambiente não for seguro e apropriado para aprender, experimentar e eventualmente errar, fica mais desafiador realizar  a gestão da mudança”, afirmou.

O Gestor de Qualidade J. Antônio Cirino, Membro do Núcleo de Estudos em Comunicação, História e Saúde (NECHS) do PPGCOM/UFRJ e do ICICT/Fiocruz, destacou que há diversas ferramentas que se adaptam em um roteiro oportuno para mudanças, como preparar brainstormings, análises swots, utilizar o canvas e matriz gut, entre outras. “É importante ter ferramentas, estratégias e instrumentalizar as pessoas para as mudanças.”

Gilvane Lolato, da ONA, finalizou: “Aprendemos muito quando escutamos outras opiniões e compartilhamos experiências!”

O conteúdo completo você consegue acessar no Hospitalar Hub.

2.a Edição da Digital Journey

A jornada de conteúdo ocorre de 16 a 30 de agosto na Hospitalar Hub. São duas semanas de palestras e debates, cada uma direcionada a uma comunidade do setor da saúde.

O público poderá entrar em contato com os principais players do mercado e participar de debates com especialistas de diferentes áreas: Tecnologia, Inovação, Atenção Domiciliar, Gestão e Engenharia Clínica, entre outras.

Garanta aqui a sua participação gratuita e saiba mais sobre a 2ª edição da Digital Journey by Hospitalar.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar