Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

“VBHC e as doenças crônicas na saúde suplementar” é tema de debate na arena da TMJobs

19_TMJ_01_JO.jpg
Foi feito um debate super importante sobre doenças crônicas e a saúde suplementar

No terceiro dia de Hospitalar, a arena da TMJOBS, um espaço colaborativo de marcas e empresas, apresentou um debate super importante sobre doenças crônicas e a saúde suplementar. O evento contou com a presença de Tereza Gutierrez, da Machado Nunes Advogados, Lucia Eid, da Oncoclínicas e Rafael Ielpo, da Unimed. O encontro foi mediado por Cesar Abicalaffe, do IBRAVS. 

Cesar começou a conversa falando um pouco sobre o IBRAVS e como ele impôs um grande desafio para o conselho da empresa: criar um modelo que seja possível de aplicar em todos os hospitais, inclusive naqueles em áreas remotas. Ele também disse: “Quando conseguimos trazer bom desfecho e custo adequado, é possível oferecer qualidade ao paciente. Se olhar para o desfecho e não olhar para o custo, é como se tivesse uma carroça sem cavalo”, completa. 

Em seguida, Tereza faz uma apresentação sobre saúde baseada em valor e as legislações impostas pela ANS. "Quando pensamos em saúde base em valor, nas doenças crônicas, temos a visão da operadora, do prestador de serviço e alguns incentivos: A gente tinha uma livre regulamentação antes do marco regulatório da saúde suplementar. Na década de 90, uma boa operadora tinha um bom diretor financeiro. O que mudou com o tempo”, contou.

Rafael trouxe um case de sucesso da empresa, o programa Integra Unimed, que nasceu em 2016 e é focado nos pacientes crônicos. O palestrante comentou quem está elegível ao programa, como foi o crescimento e como está a aceitação dos pacientes: “Esse é o programa com melhor aceitação de valor da operadora pelos usuários. Hoje ainda temos cuidados para autistas e doenças mentais”, finalizou. 

“Não tem valor maior do que a vida”, refletiu Lucia, que também fez uma reflexão de como a gente pode fazer melhor e sentenciou:  "Não podemos sair dessa pandemia fazendo o mesmo que fazíamos antes". Por fim, ela apresentou o case da oncoclínica, que tem o objetivo de vencer o câncer, mostrando uma linha de cuidado criada pela empresa para tratar de forma integral os pacientes, com o objetivo de diminuir o tempo entre o diagnóstico e o tratamento. 

Se você perdeu o encontro, ainda tem chance de participar. No local ainda será discutido temas como os desafios da jornada assistencial em saúde mental no pós pandemia e inovação e tendências no campo do conhecimento gerando valor. Faça seu credenciamento! 

 

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar