Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

200612_webinar.jpeg

O que o Brasil pode aprender com a experiência de Portugal?

Confira o tema da série de webinars organizados pela ONA, APAH, FBAH e GPeS

“Estratégias e Desafios para uma liderança eficaz” é o tema da primeira sessão de webinars, desenvolvidos para ligar o Brasil com Portugal. Com grandes nomes do mercado de saúde, a série traz temas relevantes para que possamos passar da melhor forma possível pelo momento delicado que estamos vivendo.  

O episódio deu início a uma série de seis webinars, organizados pela ONA (Organização Nacional de Acreditação), em parceria com a APAH (Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares), a FBAH (Federação Brasileira de Administradores Hospitalares) e a GPeS Health Branding and Business. 

A conversa foi mediada por Gilmara Espino, sócia-diretora da GPeS Health Branding and Business, e contou com a participação do Dr. Fábio Gastal, vice-presidente da ONA; Antonio José Pereira, superintendente do Hospital das Clínicas (HCFMUSP); e Alexandre Lourenço, presidente da APAH. 

Para dar início ao debate, Alexandre Lourenço explicasse o sistema de saúde português e quais as principais diferenças entre o SUS (Sistema Único de Saúde), do Brasil. Ele comenta que 90% do atendimento do país é feito pelo sistema público e a vivência com outras epidemias, como SARS e H1N1, deu ao sistema de saúde português muita experiência para responder com rapidez à pandemia de coronavírus. 

Alexandre ainda destaca que diariamente são feitas coletivas de imprensa para conscientizar a população sobre as medidas que estão sendo tomadas e que o alinhamento político foi essencial para evitar que a crise aumentasse.

Já no que diz respeito a questões futuras, como as lições que podem ser tiradas do momento em que estamos vivendo, Antonio José acredita que haverá muito mais cuidado em relação à higiene, que deverá se tornar um hábito comum daqui para frente. 

O superintendente fala ainda sobre os números do HC em relação aos casos de coronavírus e como a instituição lidou com a crise desde o começo. Ele defende a importância do SUS para o combate ao novo coronavírus, além de comentar sobre o momento que estamos vivendo, em relação à curva de contaminação do novo coronavírus, e a questão do isolamento social. 

Já Dr. Fábio Gastal traz a visão nacional da crise de coronavírus. Para isso, ele aborda a questão de como os estados brasileiros estão lidando com o momento atual e ressalta a falta de preparo e capacitação nas regiões onde houve colapso do sistema de saúde; no sul e sudeste, a questão está mais controlada do que no Norte e Nordeste do país.

Do ponto de vista da saúde suplementar, Gastal diz que há uma expectativa de que possa surgir uma demanda exacerbada por procedimento eletivos, que estavam represados durante a pandemia.

Ficou curioso para saber mais sobre o que foi falado nessa conversa? É só entrar no canal do YouTube da ONA. 

Agora, para conferir os próximos episódios, basta ficar atento às redes sociais dos parceiros dessa ação. Os encontros vão acontecer às sextas-feiras, às 12h do Brasil e 16h de Portugal. 

 

 

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar