Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

ONA apresenta edição comemorativa do Manual OPSS 2022

2022-02-15-live manual-hoje.png
Organização lança livro detalhando o projeto de revisão do Manual OPSS 2022 com um capítulo especial contendo a participação dos autores

A Organização Nacional de Acreditação (ONA) apresentou a edição comemorativa do Manual OPSS 2022 em live realizada no dia 16 de fevereiro no perfil da ONA no Instagram (@acreditacao_ona).

2022-02-15-live manual-hoje_STORIES.png

A nova edição inovou e trouxe o modelo de autoavaliação, com a ideia de que as organizações possam se autoavaliar com base nas suas próprias experiências, evidências e nos seus conhecimentos, e, também, analisar os conceitos dos requisitos e como as evidências destes estão sendo implementadas na prática dessas instituições. A partir da autoavaliação, as organizações podem, por exemplo, estruturar melhor seus processos para se preparar para uma avaliação.

Gilvane Lolato, gerente operacional da ONA, comemora o interesse das instituições em realizar a avaliação. “Desde a vigência do Manual OPSS 2022, de janeiro até agora, já foram quase 20 avaliações de diagnóstico organizacional realizadas e aproximadamente 10 avaliações para acreditação já agendadas. Isso é muito bacana, porque demonstra o quanto as organizações querem avaliar os seus processos para saber como elas estão em relação ao Manual já na versão 2022, e, também, demonstra o preparo de outras para acreditação.”

A gerente relata que, em relação à autoavaliação, um fato interessante é que a procura não foi somente por parte das organizações acreditadas, mas, principalmente, por organizações que ainda não fazer parte do Sistema Brasileiro de Acreditação (SBA).

Audrey Rippel, que participou da coordenação da revisão e desenvolve projetos na área da Acreditação focados na segurança do paciente, explica que o requisito da autoavaliação está presente desde o início do projeto. “Temos essa encomenda inclusive da ISQua [International Society for Quality in Health Care]. Há o padrão da metodologia de Acreditação em todo o mundo de que ela seja transparente, de que possa transparecer os requisitos para as organizações que se interessem pela metodologia. Então, a autoavaliação era uma preocupação de todos que participaram da revisão do novo manual, e ficamos felizes de ela estar sendo tão bem recebida pelas organizações de saúde.”

Audrey também ressalta a importância de os requisitos agora serem tratados em uma linguagem mais clara e objetiva. “Na nova versão, resolvemos tirar um pouco o ‘véu’ que antes ficava entre os requisitos e a organização, até mesmo da interpretação dessa linguagem, que é muito comum dentro da Acreditação, para que pudesse transparecer de uma forma mais clara.”

O novo manual, apesar de estar aparentemente mais volumoso, com quatro livros, teve o número de requisitos diminuído: de aproximadamente 2.000, na edição anterior, agora o documento soma um pouco mais de 1.600 requisitos revistos e atualizados. “O manual ficou mais volumoso por conta das orientações e das sugestões de evidência. Na verdade, nesta edição, nós diminuímos o número de requisitos, porque os Grupos de Trabalho, nas discussões, viram que havia muitos requisitos que não refletiam a realidade das organizações e sugeriram a exclusão, ou também em dois ou três requisitos que falavam de um mesmo assunto, eles sugeriram a junção em um único, mas sem prejudicar a essência da metodologia. Manter a essência da organização, construída ao longo desses quase 23 anos, é muito importante, e sempre acompanhamos e orientamos os Grupos para isso”, frisa a gerente operacional da ONA.

A edição comemorativa não significa um segundo manual. Gilvane conta que a ideia surgiu ao reunir os participantes da revisão para contar sobre a metodologia e como todo o processo aconteceu, desde o planejamento, o cronograma, a revisão dos requisitos, as avaliações-testes, a consulta pública, a diagramação, a impressão, a tradução para o inglês, até chegar na publicação de fato. Além disso, foi, também, uma oportunidade de os quase 150 convidados darem seus depoimentos sobre como foi participar dessa edição e uma forma de agradecimento da ONA a todos os participantes. “Esses registros são fundamentais. A gente precisa entender o passado para poder planejar o futuro. É muito importante, para a gente, deixar registrado. Esta edição também veio com esse objetivo”, conclui Audrey.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar