Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

200501_sug 02.jpg

BNDES investe R$ 2 bilhões em Hospitais sem fins lucrativos

Dinheiro será destinado à ampliação imediata de leitos emergenciais e de equipamentos médico-hospitalares

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico) anunciou na última semana novas iniciativas para combater os efeitos do novo coronavírus na saúde. Uma delas foi o “Programa BNDES de Apoio Emergencial ao Combate da Pandemia do Coronavírus”, que destinará R$ 2 bilhões para ampliação de leitos emergenciais e de equipamentos médico-hospitalares para Santa Casas e hospitais sem fins lucrativos. No dia seguinte ao anúncio, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei nº 13.995/2020, que autoriza essa transferência.

Com esses recursos, são estimados três mil novos leitos de UTI, o equivalente a mais de 10% da disponibilidade atual. O número de respiradores pulmonares deverá aumentar em 15 mil, suprindo, durante três meses, metade da demanda total do SUS. O número de monitores aumentará o correspondente a 20% da demanda para os próximos quatro meses e, por fim, serão 88 milhões de máscaras a mais, o que representa um terço da demanda dos próximos quatro meses.

O presidente do BNDES, Gustavo Montezano, afirma que o banco está engajado no enfrentamento à crise e que tem o papel de operar em momentos difíceis. "O BNDES está trabalhando em coordenação com todos os entes do Governo Federal para entregar o máximo que a sociedade brasileira precisa", disse Montezano.

A Hospitalar está sempre em busca de iniciativas que visem o apoio a instituições filantrópicas, especialmente nesses momentos de crise, em que o SUS tem papel fundamental para o combate ao novo coronavírus.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar