Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Jogos da PlayTable auxiliam no processo de aprendizado das crianças, inclusive aquelas com autismo, dislexia e déficit de atenção

A Playmove, EdTech brasileira que tem como propósito transformar o ensino em um processo mais divertido, interativo e estimulante, anunciou no mês de outubro o lançamento do game Brainy Mouse.

A Playmove, EdTech brasileira que tem como propósito transformar o ensino em um processo mais divertido, interativo e estimulante, anunciou no mês de outubro o lançamento do game Brainy Mouse. Ao favorecer o desenvolvimento de habilidades de comunicação para que as crianças com deficiências intelectuais assumam atitudes interativas, o jogo auxilia profissionais da área de saúde, educadores, pais e cuidadores em suas dinâmicas e no dia a dia. A novidade foi criada para a PlayTable, a primeira e maior plataforma ludopedagógica do país estruturada em formato de mesa digital interativa e multidisciplinar com jogos e aplicativos educativos elaborados segundo a grade curricular do Ministério da Educação (MEC) para ensino infantil e fundamental I e II.

O novo game, desenvolvido durante quatro anos pela pesquisadora brasileira Ana Sarrizo, em parceria com a fundação de mesmo nome nos Estados Unidos, ajuda no estímulo da linguagem e alfabetização de crianças portadoras dos transtornos do espectro autista (TEA) e do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH). Enquanto as crianças se divertem e aprendem a reconhecer letras, sílabas e palavras, além de auxiliar a concentração, o jogo estabelece uma relação entre objetos, pessoas e situações diversas. Caso precise, a criança pode solicitar ajuda ao ratinho super-herói, o que incentiva ações de socialização, e também customizar cores, vozes e tamanho das letras do Brainy Mouse.

A PlayTable, recomendada para qualquer criança a partir de 3 anos, alia tecnologia intuitiva e acessível, educação e diversão ao desenvolvimento de habilidades cognitivas e de coordenação motora dos pequenos. Além disso, também trabalha assuntos diversos, como alfabetização, matemática, ciências, artes, história, entre outros. Um grande exemplo é a metodologia criada para a alfabetização fônico-articulatória, a qual utiliza recursos visuais para mostrar os movimentos corretos da boca na pronúncia dos fonemas e desenvolver a conversão entre letra e som, a atenção e a memória visual e auditiva. Dois jogos que utilizam essa técnica são o Boquinhas – Memória, que traz figuras que reproduzem a pronúncia do nome de cada uma delas, e o Boquinhas – Puxa-Bocas, no qual diversas figuras de bocas precisam ser sequenciadas para que formem o som correto das palavras.

Os games da plataforma também são indicados para a área da educação especial, com crianças portadoras de TEA, TDAH, síndrome de Down, dislexia, surdez e deficiências motoras. “As crianças aprendem muito melhor brincando e com recursos como os do método, que traz a visualização da pronúncia. Os jogos Boquinhas têm tudo a ver com a iniciativa da PlayTable, que visa trazer recursos para apoiar a aprendizagem de forma eficaz. Temos certeza de que os jogos serão de grande ajuda para os educadores no processo de alfabetização”, reflete Cristiano Sieves, especialista em ludopedagogia da Playmove.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar