Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Diagnóstico precoce aumenta eficácia dos tratamentos no combate ao câncer de próstata

Segundo o INCA, 61,2 mil novos casos são previstos para este ano

novembro azulO “Novembro Azul” surgiu na Austrália em 2003 e foi celebrado no Brasil pela primeira vez em 2008. Focado especificamente na saúde do homem, o movimento ressalta a importância do diagnóstico precoce no combate ao câncer de próstata que é o segundo tipo de câncer de maior incidência nos homens, atrás apenas dos tumores de pele não melanoma. De acordo com números do INCA (Instituto Nacional do Câncer), cerca de 61.200 novos casos são estimados para 2016. Em todo o mundo o câncer de próstata é o sexto tipo mais comum e representa cerca de 10% do total de cânceres, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde).

“Os homens, em geral, procuram o médico quando já estão num quadro avançado da doença o que dificulta o tratamento. Mas se for detectado precocemente a possibilidade de cura é muito grande. A principal causa dessa demora é cultural, por constrangimento ou vergonha, principalmente para os casos de exames na próstata”, explica Dr. Sergio Ajzen, Professor Titular do Departamento de Diagnóstico por Imagem da (EPM-Unifesp) e Conselheiro da FIDI (Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem).

Sintomas

            No estágio inicial geralmente não existem sintomas para o câncer de próstata, mas nos quadros avançados alguns sintomas podem aparecer como a micção frequente acompanhada de dor ou ardor, alteração na frequência urinária e diminuição da força do jato da urina, impotência, sangue no líquido seminal, fraqueza ou dormência nas pernas e pés e perda do controle da bexiga ou intestino devido à pressão do tumor sobre a medula espinhal.

Histórico familiar também deve ser levado em conta e o médico deve ser comunicado para indicar a realização dos exames necessários. Antecedentes familiares, como pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos pode aumentar o risco de se ter a doença de 3 a 10 vezes comparado à população em geral. “Um dos principais fatores de risco para casos de câncer de próstata é a idade e a evolução do tumor depende de cada caso, sendo lenta na maioria dos casos, porém, podendo ser agressiva e se espalhar rapidamente. Mais de 60% dos casos acontecem em homens a partir dos 65 anos de idade. Esse número deve crescer proporcionalmente ao aumento da expectativa de vida população”, comenta Dr. Sergio.

Prevenção

Veja algumas dicas que podem contribuir para a prevenção do câncer de próstata:

 - Procurar ter uma dieta rica em verduras, legumes, grãos, frutas e cereais integrais;

- Consumir alimentos com licopeno, pigmento avermelhado presentes em vegetais e frutas como pimentão vermelho, tomate, melancia, goiaba, rabanete entre outros, que auxiliam no combate ao câncer de próstata;

- Alimentos com selênio, mineral com um alto poder antioxidante encontrado na castanha do Pará, ovos, farinha de trigo, frango, arroz, feijão, entre outros, também são uma boa opção;

- Evitar a ingestão de gorduras, principalmente de origem animal;

- Manter um peso saudável que esteja adequado à altura;

- Praticar atividades físicas (recomendado pelo menos 30 minutos por dia);

- Diminuir ou evitar o consumo de álcool;

- Não fumar.

- Realizar exames de rotina a partir dos 50 anos;

- Caso tenha antecedentes familiares, realizar exames de rotina a partir dos 40 anos.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar