Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

OMS divulga diretrizes para prevenção de infecções em procedimentos cirúrgicos

O guia conta com 29 recomendações para prevenção de complicações operatórias causadas por microorganismos; as infecções cirúrgicas ocorrem por bactérias que acessam o corpo por incisões feitas nas operações

5.diretrizesinfeccoes Divulgadas pelo The Lancet Infectious Diseases, este guia global lançado pela OMS – Organização Mundial da Saúde apresenta 29 recomendações gerais para que as equipes previnam infecções causadas antes e durante procedimentos cirúrgicos. Segundo dados divulgados pela organização, em países com renda baixa e média 11% dos pacientes que passam por operações acabam infectados. Na África, por exemplo, 20% das mulheres que passam por cesarianas sofrem com infecções, comprometendo sua saúde e também a rotina de cuidados com o bebê.

Mas casos como esse não acontecem apenas em países em desenvolvimento. Nos EUA, por exemplo, infecções cirúrgicas levam pacientes a passar 400 mil dias a mais no hospital, gerando custo aproximado de US$ 900 milhões ao ano.

Para reduzir ao máximo esses casos, 20 especialistas se basearam em 26 revisões de evidências científicas para elaboração deste documento que oferece 13 instruções para o período pré-cirúrgico e outras 16 instruções a serem seguidas durante o procedimento.

O que diz o guia? – Um estudo piloto realizado em quatro países africanos aponta que seguir essas novas recomendações pode reduzir em até 39% as infecções operatórias. O dado é motivador. Mas o que diz o guia? O documento traz desde simples precauções como instruir o paciente a tomar banho antes do procedimento e salientar a melhor maneira da equipe cirúrgica higienizar as mãos, até mesmo instruções sobre quais os desinfetantes que devem ser usados antes da incisão e qual o tipo de sutura mais adequado.

No que diz respeito ao uso de antibióticos, as novas diretrizes recomendam o uso apenas antes e durante a cirurgia (não mais após o procedimento), medida que a OMS acredita ser importantíssima para interromper a propagação da resistência a esses medicamentos. Essa resistência ocorre quando a bactéria se modifica em resposta ao uso da medicação e a utilização inapropriada de antibióticos pode acelerar essa transformação.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar