Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

7ª edição do CIMES debate o uso da inteligência artificial

A 7ª edição do Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde (CIMES), promovido pela Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (ABIMO)

A 7ª edição do Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde (CIMES), promovido pela Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (ABIMO), promoveu debates importantes entre empresários, profissionais, representantes do governo federal e pesquisadores sobre o tema “Inteligência Artificial na indústria da saúde: risco ou oportunidade?”.

Na cerimônia de abertura, estiveram presentes Franco Pallamolla, presidente da ABIMO, e Ruy Baumer, presidente do Sindicato da Indústria de Artigos e Equipamentos Odontológicos, Médicos e Hospitalares do Estado de São Paulo (SINAEMO), que recepcionaram Jocelino Menezes, secretário adjunto da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde; Mauro Guimarães Junqueira, presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMNS); Alessandra Bastos Soares, diretora de Autorização e Registro Sanitários (Diare/Anvisa); José Luís Gordon, diretor de planejamento da Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII); José Gontijo, diretor da secretaria de Políticas Digitais do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC); Ricardo Rodrigues Fragoso, diretor da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT); André Limp, gestor da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil); João Paulo Pieroni, chefe do Departamento do Complexo Industrial e de Serviços de Saúde do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES); e Ricardo Valentim, coordenador do Laboratório de Inovação. Cada representante falou sobre a importância do evento para trazer novas percepções sobre a inovação e a tecnologia aplicadas à saúde.

Durante a cerimônia, foi assinado um acordo de cooperação entre ABIMO e EMBRAPII, com o intuito de aproximar as inovações da indústria aplicadas à saúde, além de investimentos aos associados da ABIMO. O documento foi assinado por Franco Pallamolla e Jorge Almeida Guimarães, diretor da EMBRAPII.

“Em 2012, quando a ABIMO lançou o CIMES, vimos que a inovação era fundamental para o nosso setor. Hoje, olhando o retrovisor, vimos que discutimos a relação das empresas com a inovação, desenvolvimento e os marcos regulatórios necessários. Discutimos fontes de financiamentos e avançamos ainda mais, pois a inovação não espera. Agora, celebramos uma parceria com a EMBRAPII que é uma das grandes fontes de investimento e inovação no país e que está muito além de qualquer edital, pois trata-se de uma instituição com um fluxo permanente de recursos destinados à inovação”, comentou o presidente da ABIMO, Franco Pallamolla.

“Essa assinatura é uma forma de, cada vez mais, nos aproximarmos do setor empresarial. Para nós, as empresas estão preparadas para esta interação, e estamos provando que é possível uma relação positiva entre centros de tecnologia, academia e as empresas. Hoje a EMBRAPII já está alcançando 400 empresas em quatro anos”, diz Jorge Almeida, diretor da EMBRAPII.

Inovações no setor

Após a cerimônia de abertura, a empresa de biometria FullFace impressionou ao demonstrar um projeto brasileiro de leitura facial, criado a partir de algoritmos desenvolvidos de forma inédita no Brasil. Apresentado por Danny Kabiljo e José Guerreiro, fundadores da empresa, o software é um método de identificação de pontos do crânio para criar uma identidade biométrica de fácil reconhecimento em qualquer plataforma ou equipamento de imagem. A tecnologia pode ser aplicada no setor da saúde para segurança e atendimento aos pacientes.

“A nossa participação no 7º CIMES é uma grande honra, pois esse é um setor que temos dado bastante atenção. O mercado da saúde possui uma demanda latente pela tecnologia, e hoje nós estamos especializados na identificação de pessoas por meio de uma tecnologia 100% brasileira, que consegue quebrar vários paradigmas globais e ainda se comunicar com todo o processo dentro do setor da saúde”, comenta Danny Kabiljo.

Em seguida, o coordenador do grupo de trabalho da Indústria 4.0 da ABIMO, Donizetti Louro, foi moderador do talk-show: “O que é inteligência artificial: realidade ou futuro?”, que contou com a presença de Tomas Roque, sócio da PwC; Esteban Clua, diretor do Instituto de Computação da Universidade Federal Fluminense; André Maximo, pesquisador do Centro Global de Pesquisa da GE Healthcare; Rodrigo Streithorst, CEO da Streithorst Soluções Tecnológicas, e Carlos Gadelha, professor da Fiocruz.

“A Inteligência artificial abre possibilidades em todas as áreas, principalmente no setor da saúde. Não estamos mais falando de futuro, mas de uma realidade aplicada hoje em todo mundo, seja no gerenciamento de informações dos hospitais, no auxílio da tomada de decisões dos médicos ou mesmo na robótica. A diferença em saber sobre isso é o ‘como’ vamos implantar essas tecnologias e adaptar à nossa realidade”, explica Tomas Roque, da PwC.

A inteligência artificial e sua aplicabilidade também foi amplamente discutida no talk-show “Onde estamos com a tecnologia?”, que contou com o moderador Dirceu Barbano, diretor da B2CD, e os convidados José Claudio Terra, diretor de Inovação do Hospital Albert Einstein, Luiz Fernando Lima Reis, diretor de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês, Jefferson Gomes Fernandes, consultor e membro da Associação Paulista de Medicina (APM), André Luiz Baptiston Nunes, diretor do Imed Group, e Ricardo Valentim, coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (Lais).

“Essa foi uma experiência fantástica, pois nós pudemos encontrar quem produz a inovação e principalmente discutir como utilizar a inovação nos lugares certos”, diz André Nunes, do Grupo Imed.

Paralelo ao debate sobre inteligência artificial ocorreu outro talk-show, no painel de odontologia, com o tema “Tecnologias para o Futuro da Odontologia – navegação assistida, manufatura aditiva e análise inteligente de imagens”, com o moderador Claudio Fernandes, PhD, Professor e Coordenador do Agência de Inovação do ISNF da Universidade Federal Fluminense. Como convidados para falar sobre o tema, estiveram presentes Asbjorn Jokstad, da PhD, Professor do Departamento de Odontologia Clínica da Faculdade de Odontologia da Artic University of Norway em Tromso; Max Gordon, PhD, cirurgião ortopédico do Hospital Danderyd, Pesquisador do Karolinska Institute, Suécia e fundador e CEO da DeepMed; e Elisabeth Dianne Rekow, PhD, Conselho Científico do IADR, ex-reitora do Instituto Politécnico da New York University, ex-diretora do Instituto de Odontologia do Kings College London.

Mais informações sobre o evento no endereço cimes.org.br.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar