Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

200805_Seminários FIS Eduardo Barros.png

“Acreditamos nas microcomunidades”, ressalta Eduardo Barros sobre eventos digitais

O Sindicato Sindessec - Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Ceará - promoveu durante dois dias um seminário online com o tema Futuro da Saúde.

O Sindicato Sindessec - Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Ceará - promoveu durante dois dias um seminário online com o tema Futuro da Saúde. Com formato inovador, o webinar contou com uma apresentadora, que introduziu os painéis do evento, além de grandes nomes do setor.

Políticas de saúde, gestão, universalidade e modernização foram temas do painel que abriu o segundo dia de discussões. Essa etapa colocou em discussão o futuro da saúde, em especial no Brasil. Estiveram presentes Eduardo Barros, diretor da Hospitalar; e Dr. Jurandi Frutuoso, secretário executivos do conselho nacional dos secretários de saúde (CONASS). A conversa foi moderada pelo Dr. Adelvânio Morato, Presidente da Federação Brasileira de Hospitais (FBH).

Dr. Adelvânio abriu o painel fazendo suas considerações sobre o tema, abordando como foi o início da pandemia e provocar uma reflexão nos participantes sobre a importância do SUS e suas discrepâncias. Para ele, é preciso uma parceria público-privada consciente e transparente, em que o paciente, o município, o pequeno hospital, o estado e o governo federal possam ser ouvidos. “O interesse da parceria deve ser único: a nossa população”, completa.

Em seguida, a fala é passada ao Dr. Jurandi, que elucida sua concepção do futuro da saúde. Ainda fala sobre a surpresa que todos tiveram ao ver que o sistema de saúde brasileiro não colapsou diante da crise provocada pelo novo coronavírus. “É preciso que o sistema de saúde seja entendido e tenha o devido cuidado e trato necessário para que ele possa, além de sobreviver, crescer e melhorar.”

O secretário também falou sobre a necessidade de adequação que veio com a crise, sobre telemedicina, e como o Conass está controlando toda a situação. “A união do sistema e a união dos interesses têm que ter um único objetivo: a saúde sanitária do Brasil e a felicidade do povo brasileiro. É preciso buscar sempre novas estratégias de gestão e permanecer preparados para as próximas pandemias que viveremos pela frente”, afirma o médico.

Na oportunidade, ainda tivemos importantes momentos com Eduardo Barros.  Ele seguiu a conversa trazendo um pouco de sua experiência em relação à distribuição de insumos para hospitais pequenos e grandes. De acordo com ele, existe uma desvantagem de escala dos pequenos, mas eles precisam de ajuda para não sair prejudicados. “Todos os hospitais deveriam estar nas plataformas de compra, que é onde existe mais concorrência, além de realizarem um bom planejamento. No entanto, nada disso funciona se a instituição estiver com problemas de crédito, pois assim não existe negociação com novos fornecedores”, complementa.

Seguindo o papo, Eduardo aborda como o Brasil é resiliente e está acostumado a lidar com crises. Ele conta que, quando tem uma crise e você perde a referência, a saída é se agarrar no propósito e entrar uma solução. “O aprendizado de tudo isso foi: não adianta você querer entregar conteúdo, relacionamento e negócios. É preciso saber atuar nesse mercado”.

O diretor da Hospitalar encerra o painel comentando sobre os próximos passos da Informa Markets e o que espera para a Hospitalar do próximo ano. Ele ainda aborda bastante sobre a edição especial do HIS - Healthcare Innovation Show - que será totalmente online.

Os seminários do SINDESSEC contaram com o patrocínio das empresas: Hapvida, Sesi (Serviço Social da Indústria), Sebrae e Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar