Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

“Não apenas o Brasil, mas o mundo está passando por uma transformação na saúde”

“Não apenas o Brasil, mas o mundo está passando por uma transformação na saúde”

Na entrevista a seguir, Alexandre Tunes, Country Sales Manager da InterSystems no Brasil, destaca os avanços do Brasil em relação à inclusão da tecnologia no cenário da saúde. Segundo ele, o país está acompanhando todas as mudanças principalmente no tocante aos prontuários eletrônicos, que já são utilizados em mais de 2 mil, das 5,8 mil cidades do Brasil, e contemplando 28% da população, de acordo com dados demográficos do governo federal.

Além disso, Tunes explica como a InterSystems, que é líder global em tecnologia de software por trás de aplicações mais importantes do mundo, está contribuindo para mudanças significativas na área da saúde por meio do investimento em tecnologias que entregam qualidade e eficiência à população. Ele expõe ainda a sua opinião a respeito do HIMSS@Hospitalar, fórum internacional de Digital Healthcare, que trouxe para a Hospitalar o que há de mais inovador em debate na área de tecnologia da saúde no mundo. Confira!

Hospitalar: Como avalia a iniciativa da Hospitalar de criar um fórum com conteúdo totalmente voltado às tecnologias aplicadas à área da saúde?

Alexandre Tunes: O Fórum Digital Healthcare é uma iniciativa muito bem-vinda.

O setor está enfrentando um grande desafio e hoje temos certeza que a tecnologia aplicada a saúde é imprescindível para melhorar a eficiência do setor, contribuindo para o rompimento dos nichos de informações e otimizando a operação com informações disponíveis no momento da decisão clínica para os profissionais de saúde e informações estratégicas para os gestores.

Hospitalar: O que achou da edição do HIMSS@Hospitalar neste ano?

Alexandre Tunes: O fórum deu espaço às autoridades públicas e companhias comprometidas com o avanço tecnológico, de exibirem iniciativas bem-sucedidas na saúde.

É interessante observar que todos estão empenhados globalmente em fazer da saúde um sistema melhor, que entregue eficiência, rapidez e qualidade ao atendimento de todos os cidadãos.

A Intersystems, por exemplo, enriqueceu o debate com a exibição de casos de implementação de sistemas na saúde de países como Chile e Uruguai, suportando um atendimento informatizado e integrado para toda a população.

Hospitalar: Em sua opinião, como está o mercado de tecnologia na área da saúde no Brasil? Houve melhorias?

Alexandre Tunes: Não apenas o Brasil, mas o mundo está passando por uma transformação na saúde. É possível perceber que os processos estão sendo revisados, os modelos de pagamento adaptados e o atendimento estão passando por uma verdadeira e completa quebra de paradigmas.

E o nosso país está acompanhando todas essas mudanças, com os prontuários eletrônicos sendo utilizados em mais de 2 mil, das 5,8 mil cidades do País, e contemplando 28% da população, de acordo com dados demográficos do governo federal. Além disso, existe a meta estabelecida pelo próprio Ministério da Saúde, que deseja a implantação dos sistemas de prontuário em 100% do território nacional, isso significa informatizar toda a infraestrutura de saúde brasileira, um processo que deve avançar nos próximos anos.

Hospitalar: Como sua empresa está contribuindo para o avanço de tecnologias em saúde no país?

Alexandre Tunes: A InterSystems investe no desenvolvimento de tecnologias que ajudam o setor a avançar, entregando qualidade e eficiência à população.

Todo investimento em pesquisa, desenvolvimento e no fornecimento de sistema de TI realizado pela InterSystems, pode viabilizar uma melhor tomada de decisão em tempo real dos profissionais da saúde, pois, a partir dela, é possível obter informações clínicas consolidadas, que servirão como pilar para uma série de benefícios.

Nossa visão é transformar o atendimento à saúde compartilhando informações e conectando comunidades, o que chamamos de interoperabilidade estratégica. Fazemos isso por meio de um conjunto de produtos que permite que as organizações capturem informações clínicas; compartilhem essas informações entre os envolvidos no processo de cuidados; analisem e compreendam os dados, estruturados e não estruturados; e, consequentemente, possam atuar com base nas informações para melhorar os cuidados à saúde e aumentar a sua eficiência.

Além disso, posso destacar conquistas importantes que comprovam a qualidade das ofertas de nosso portfólio, como a premiação do InterSystems TrakCare® como Best in KLAS for Global (Non-U.S.) Acute Care EMR (Electronic Medical Record) da empresa de pesquisas KLAS e este ano o InterSystems TrakCare® também foi reconhecido como “2017 Best in KLAS Global (Non-US) EMR“ e “2017 Best in KLAS Global (Non-US) Patient Administration System”.

O InterSystems HealthShare® recebeu os maiores índices de clientes na categoria        independentemente de produtos de tecnologia da informação de saúde (HIE), de acordo com o relatório KLAS, "HIE 2016: Mudanças no desempenho do fornecedor e visão do cliente prestador ".

Através de entrevistas com 332 prestadores de cuidados de saúde, a KLAS, uma empresa de pesquisa independente com foco em TI de saúde, examinou o estado atual do mercado HIE e a busca de confiabilidade, relevância e transformação. A KLAS descreve a interoperabilidade como a chave para o sucesso das iniciativas de saúde da população que apoiam a transição para o cuidado baseado em valores. "Sem a capacidade de compartilhar dados do paciente e facilitar a transição dos cuidados, as organizações de saúde não podem esperar melhorar a qualidade da assistência ou evitar penalidades financeiras em todo o continuo", observou o relatório.

Hospitalar: Quais são as expectativas de negócios de sua empresa no Brasil para os próximos meses?

Alexandre Tunes: As expectativas são muito boas por conta da adoção de novas tecnologias de forma crescente e gradativa e um futuro conectado no Brasil.  Entendemos que isso passa por uma mudança na forma de como a saúde atende e trata os pacientes. E isso passa não só por novas tecnologias, mas também pela quebra de paradigmas entre profissionais e gestores, que precisam mudar as formas como atendem a população para, com ajuda da tecnologia, aperfeiçoar esse atendimento.

Além disso, a mudança também deve ocorrer entre os pacientes, que se adaptarão ao uso de novas tecnologias, sempre com foco em seu bem estar e no aumento da qualidade de vida da população.

Hospitalar: Fique à vontade para acrescentar alguma informação referente ao tema.

Alexandre Tunes: Eu gostaria de reforçar que a InterSystems tem soluções e conhecimento que contribuem para essa mudança na área da saúde e posso garantir que estamos preparados para esse avanço. Fazemos parte de projetos de informatização em vários países, como Chile, Uruguai, Brasil, Reino Unido, Austrália, China, Nova Zelândia, EUA, Franca, entre outros.

Apenas em território norte-americano, mais de dois terços da população é atendida por soluções que rodam em nosso software de banco de dados e de integração. Em todo o mundo, a plataforma InterSystems HealthShare atende de 100 milhões de pessoas.  Atendemos às diversas necessidades de centenas de milhares de médicos, milhares de hospitais, e mais de 100 fornecedores de software para aplicações em saúde em todo o globo.

Apoiamos a revolução da assistência a saúde a curto e médio prazo que esta relacionada com a criação das redes integradas de assistência.  Consolidamos as informações clínicas dos pacientes geradas nos diversos níveis de atenção, incluindo toda a jornada do paciente, em estabelecimentos de saúde com sistemas informatizados diversos e compartilhadas com todos os profissionais envolvidos com o cuidado clínico, no momento que são necessárias no ponto de cuidado.

Outro aspecto inovador e de grande importância para a evolução e otimização do modelo de atenção á saúde, é o empoderamento e engajamento do paciente no cuidado com a sua a saúde.

As tecnologias atuais garantem ao paciente o acesso as suas informações clínicas registradas nos diversos sistemas de informação e também a interação do paciente, seus familiares e cuidadores, além de poder disponibilizar esta sua informação valiosa para os demais profissionais que o assistam.

Os benefícios destas tecnologias vão além, ajudando a gerir melhor a saúde e reduzir custos ao atuar de uma maneira preventiva. Proporcionamos por meio da troca de dados sobre o histórico clínico dos pacientes, uma atuação focada na promoção da saúde e não na doença.

Esta interação extrapola os limites do acesso ao registro clínico (prontuário). Temos agora uma nova camada de informações geradas pelo próprio paciente, seus familiares e ou cuidadores que passam a ter uma ferramenta para registrar as impressões, sintomas, reação a tratamentos, acompanhamento de situações clínicas diversas e interação com os profissionais de saúde para esclarecer duvidas, receber orientações e até mesmo solicitar agendamentos.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar