Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Para Jeff Kratz, da AWS, solução em nuvem permite que hospitais invistam seus recursos no atendimento ao paciente

A Amazon Web Services (AWS) se destaca no mundo inteiro pelas soluções em nuvem que oferece para empresas dos mais diversos setores e, em especial, para as organizações de saúde. Como parte da série de entrevistas com grandes empresas de tecnologia, a Hospitalar conversou com Jeff Kratz,  head da AWS para América Latina, Canadá e Caribe.

A Amazon Web Services (AWS) se destaca no mundo inteiro pelas soluções em nuvem que oferece para empresas dos mais diversos setores e, em especial, para as organizações de saúde. Como parte da série de entrevistas com grandes empresas de tecnologia, a Hospitalar conversou com Jeff Kratz,  head da AWS para América Latina, Canadá e Caribe.

O executivo falou sobre a estratégia da empresa no Brasil, a importância de um evento como o HIMSS@Hospitalar para o mercado brasileiro e porque as soluções em nuvem têm ganhado força nos últimos anos, principalmente no setor de saúde.

Kratz possui mais de 25 anos de experiência em liderança de tecnologia global, é bacharel em Ciências Políticas & Matemática pela Principia College (EUA), e concluiu o trabalho de pós-graduação na Pepperdine Graziadio Business School. Ele atua na Amazon Web Services desde 2012. Acompanhe a entrevista.

H - Na sua opinião, como está o mercado de tecnologia voltado para o setor de saúde no Brasil?

JK - As empresas de saúde dependem de uma forte infraestrutura de TI, como todas as áreas e, no Brasil, estão cada vez mais conscientes das vantagens da computação em nuvem. Para os serviços de saúde, a nuvem é uma opção ideal, pois permite que elas se concentrem e invistam no atendimento ao paciente, em vez de ter uma equipe dedicada apenas à infraestrutura de TI. Com a escalabilidade e elasticidade da nuvem, hospitais e centros de pesquisa também podem suportar picos de acessos, mantendo a estrutura funcionando. Além disso, como a nuvem permite que as empresas paguem apenas pelo que utilizam, é a solução mais econômica, evitando a ociosidade de data centers.

H - Qual a estratégia da AWS para o mercado brasileiro?

JK - O Brasil é um mercado muito importante para a AWS. Temos milhares de clientes no Brasil, empresas de todos os portes, migrando para a nuvem e nascendo na nuvem. Empresas brasileiras de todas as áreas e até mesmo governos percebem cada vez mais os benefícios da nuvem e procuram a AWS como seu fornecedor, devido aos nossos 12 anos de experiência e milhões de clientes em mais de 190 países.

H - Atualmente, as soluções em nuvem tem ganhado mercado. Quais as vantagens da tecnologia baseada em nuvem?

JK - As cinco principais vantagens são:

- Agilidade, porque a AWS permite que você crie recursos rapidamente, conforme necessário, implementando centenas ou até milhares de servidores em minutos;

- Reduz os custos de TI, uma vez que os clientes pagam pelos recursos à medida que os consomem;

- Elasticidade, que permite que apenas a quantidade necessária de recursos seja contratada e pode ser aumentada ou diminuída instantaneamente de acordo com a demanda;

- Ampla gama de recursos da AWS, maior do que qualquer outro provedor de nuvem, com 1.300 novos recursos e serviços lançados em 2017 até novembro

- E implementação global em minutos, possibilitada pelas 54 zonas de disponibilidade em 18 regiões geográficas.

H - Fale um pouco das soluções em nuvem da Amazon.

JK - A AWS é, desde 2006, a plataforma de nuvem mais abrangente do mundo, com mais de 100 serviços completos para computação, armazenamento, bancos de dados, redes, análises, aprendizado de máquina e inteligência artificial (IA), Internet das Coisas (IoT), segurança, realidade híbrida, virtual e aumentada (VR e AR), mídia e desenvolvimento, implantação e gerenciamento de aplicativos. A AWS tem 53 zonas de disponibilidade (AZs) em 18 regiões geográficas e uma região local, abrangendo os EUA, Austrália, Brasil, Canadá, China, França, Alemanha, Índia, Irlanda, Japão, Coréia, Cingapura e Reino Unido. Os serviços da AWS têm a confiança de milhões de clientes ativos em todo o mundo - incluindo as startups de maior crescimento, as maiores empresas e as principais agências governamentais - para potencializar sua infraestrutura, torná-las mais ágeis e reduzir os custos.

H - Como você avalia a iniciativa da Hospitalar de criar um fórum com conteúdo totalmente voltado às tecnologias aplicadas à área da saúde?

Jeff Kratz - A área de saúde é uma das áreas que recebem os maiores investimentos em TI no mundo. Ter um fórum local dedicado a discutir tecnologias que melhorem a saúde de várias maneiras - da pesquisa médica à assistência ao paciente - é uma forma muito valiosa de trocar informações e ajudar os clientes no Brasil e em todo o mundo. A Amazon Web Services está muito animada para participar e apoiar um evento tão importante para o setor de eHealth.

H - O que motivou a Amazon Web Services a patrocinar o HIMSS@Hospitalar 2018?

JK - A AWS patrocina a Hospitalar pela primeira vez em 2018. Esse é um dos eventos de saúde mais importantes do mundo. Muitos de nossos clientes dessa área participam dela, que é uma oportunidade única para apresentarmos nossas soluções em nuvem para o setor.

TAGS

Jeff Kratz – Amazon Web Services – nuvem – investimento – tecnologia – entrevista – AWS – HIMSS@Hospitalar – Hospitalar – inovação

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar