Hospitalar faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Brasil encerrou com chave de ouro sua participação na MEDICA 2016

Visibilidade e busca por novas oportunidades de negócios levaram dirigentes da HOSPITALAR à tradicional feira de saúde, que ocorreu em Düsseldorf, na Alemanha

medica Com o objetivo de gerar valor aos expositores nacionais e internacionais, representantes da HOSPITALAR estiveram em mais uma edição da MEDICA, evento que aconteceu na Alemanha, nos dias 14 e 17 de novembro. Cinco dirigentes da HOSPITALAR participaram do evento: a diretora Mônica Araújo; a presidente e fundadora Dra. Waleska Santos; o coordenador de mercado externo, Pedro Cilento; o key account da área de TI, Vinicius Pereira; e o gerente de eventos, Fábio Stringhini.

A HOSPITALAR participou também do espaço dedicado à indústria brasileira na MEDICA, proporcionado pela ABIMO (Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios), em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), por meio do qual um grupo representativo da indústria fornecedora brasileira desenvolveu contatos com visitantes alemães.

Como parte da estratégia, a comitiva promoveu um coquetel seguido pela homenagem a Messe Düsseldorf pelos 19 anos de trabalho em conjunto em prol da promoção dos expositores da HOSPITALAR na MEDICA e pela oportunidade oferecida de estreitar relações com o mercado internacional em todos os anos de participação. “Comemorar quase duas décadas do Acordo de Cooperação Estratégica da HOSPITALAR com a MEDICA, pautado por uma relação ética e de respeito profissional, engrandece nossas feiras e o setor de saúde mundial como um todo”, pontua Dra. Waleska Santos.

NEGÓCIOS

Cinquenta participantes do Brazilian Health Devices, projeto executado pela ABIMO em parceria com a Apex-Brasil, estiveram na MEDICA. Os resultados superaram as expectativas: foram quase 2 mil contatos feitos em quatro dias de evento, que resultaram em US$ 348 mil em negócios imediatos, com projeção para os próximos 12 meses de US$ 12 milhões. Membros do Ministério da Saúde e da Anvisa também estiveram no estande.

A gerente de marketing e exportação da ABIMO, Clara Porto, atribui o bom resultado ao extenso trabalho de relações públicas e imagem, feitos desde o final da edição 2015. “Trabalhamos incessantemente a imagem dos 15 anos do pavilhão brasileiro na MEDICA e isso nos ajudou muito na promoção comercial”, conta. “Essa feira, por ser a mais importante do mundo, é a melhor vitrine que o empresário brasileiro pode ter para que seus produtos alcancem diferentes territórios no mundo”, ressalta Paulo Fraccaro, superintendente da ABIMO.

FESTA DE 15 ANOS

festa 15 anosDesde 2011, quando teve sua primeira edição, o já tradicional Brazilian Happy Hour é uma das ações mais esperadas dentro do pavilhão brasileiro na MEDICA. Neste ano, a já tradicional ação estratégica de negócios e relacionamento serviu de palco para a comemoração dos 15 anos do pavilhão brasileiro na MEDICA. Mais de 500 pessoas, entre representantes de empresas, clientes, distribuidores e mídia internacional, participaram da festa, que teve comidas e bebidas típicas do Brasil e música brasileira ao vivo.

A Apex-Brasil recebeu homenagem da ABIMO pela contribuição e pelo incentivo ao Projeto Brazilian Health Devices. “Há 15 anos, a participação do BHD na MEDICA foi o pontapé inicial em termos de ações concretas de promoção comercial internacional de uma longa parceria construída entre Apex-Brasil e ABIMO”, relembra o gestor do projeto dentro da Agência, Gabriel Isaacsson. Um trabalho conjunto que, segundo ele, até hoje envida esforços de ambas as partes em torno de um objetivo comum: fomentar a competitividade do complexo industrial brasileiro de dispositivos médico-hospitalares e odontológicos através do posicionamento internacional do nosso país no mercado e da realização concreta de negócios, deixando como fruto uma extensa carteira de clientes e parceiros satisfeitos em fazer negócios com o Brasil.

“Hoje nosso país é reconhecido como um parceiro importante globalmente; não apenas como enorme mercado consumidor, mas também como fornecedor de health devices com excelente relação custo-benefício”, diz. “São muito importantes os resultados da continuidade e evolução brasileira neste evento que, sem dúvida, é o grande encontro anual da indústria do setor. ”

Outra figura homenageada foi o ex-diretor da MEDICA, Manfred Kotschedoff, pela iniciativa de ter lançado oficialmente o pavilhão brasileiro no evento e por ter apoiado o BHD desde a primeira participação. Joachim Schäfer, atual presidente, também foi homenageado pelo apoio à participação de empresas brasileiras no evento.

CLUSTER DE TECNOLOGIAS PARA A SAÚDE

cluster da sadeEmpresas e instituições do Cluster de Tecnologias para a Saúde, do Rio Grande do Sul, também participaram da MEDICA e foi um sucesso! Pelo menos 130 contatos e mais de US$ 800 mil em possíveis negócios foram alguns dos principais resultados da participação gaúcha. O evento contou com um estande coletivo do Rio Grande do Sul, composto por três empresas, além de outros oito empreendimentos em missão de prospecção de negócios.

O espaço gaúcho – ocupado por BeeIT Sistemas de Saúde, BhioSupply e Toth Tecnologia – foi subsidiado pela AGDI (Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento), por meio do Programa de Apoio à Participação de Empresas Gaúchas em Feiras Internacionais. A missão, liderada pelo Cluster de Tecnologias para a Saúde, contou com a parceria da Fiergs (Federação da Indústrias do Estado) e do Sebrae-RS (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

A maior parte das tratativas iniciadas na feira foram com Taiwan, Israel, China, Índia e Indonésia. Para o diretor geral da indústria de equipamentos médicos da Bhio Supply, Marcelo Saraiva, participar da MEDICA oportunizou receber potenciais clientes, conhecer novos mercados e expor a marca da empresa junto a mercados considerados alvo. “Além de fazer um comparativo com nossos concorrentes na Europa e visualizar novas tendências, que mudam a cada cinco ou 10 anos”, avalia.

Duas agendas realizadas pelo Governo do estado também se destacaram na programação da feira: uma com a representante do setor de promoção comercial da Embaixada do Brasil em Berlim, Katrin Strhle, e outra com a gerente de marketing da ABIMO, Clara Porto. “Nosso objetivo é desenvolver programas de cooperação com essas instituições, ampliando nossa rede de relacionamentos com o objetivo de promover as empresas instaladas no Rio Grande do Sul e atrair novos empreendimentos para o estado”, explica o coordenador do Programa de Feiras da AGDI, Leonardo Neves. 

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar